O ouro é uma reserva de valor! O CEO da Valores explica porquê.

Ao longo da história, durante as várias crises que a economia mundial já passou, o ouro nunca perdeu o valor. Bem pelo contrário, normalmente até costuma subir nessas alturas e isto deve-se ao aumento da procura! O ouro é uma reserva de valor, vamos perceber porquê!

Numa altura em que o ouro regista uma valorização média anual de 28%, comparativamente com valores de há duas décadas, a Valores é a marca de referência no mercado nacional de compra e venda de ouro, desde 2008. Com uma rede nacional de agências especializadas e cerca de uma centena de profissionais credenciados, a Valores assinala 13 anos de atividade com uma entrevista ao CEO.

JChester, CEO Valores

“O ouro é uma reserva de valor!”

Neste artigo vai ficar a conhecer informações úteis relacionadas com a evolução da cotação do ouro, as opções de investimento, algumas vantagens de investir em ouro em segunda mão, nomeadamente. 

Boa leitura!  

Que opções de investimento em ouro estão disponíveis?

JChester – Depende sempre da situação de cada pessoa!

Se o objetivo for fazer um investimento, a opção mais indicada será barras ou moedas de ouro. No entanto, se a ideia for oferecer um presente numa ocasião especial, o nosso conselho é que é melhor oferecer uma peça em ouro: anel, pulseira, colar. Daqui a 20 ou 30 anos, se a pessoa tiver alguma necessidade urgente, pode sempre optar por vender o artigo e realizar algum dinheiro. A probabilidade de o vender por um valor superior ao que custou é enorme– tendo por base o histórico da cotação nos últimos 20 anos!

A longo prazo, como classifica um investimento em barras e moedas de ouro, numa perspetiva de risco – rentabilidade?

JC – No médio-longo prazo, o investimento em ouro caracteriza-se por ter um baixo risco aliado a uma boa rentabilidade. Por exemplo, se olharmos para os últimos 10 anos verificamos que a cotação subiu cerca de 20%.

Em média, qual é o histórico da evolução da cotação do ouro, nos últimos 20 / 30 anos?

JC – Entre Novembro de 2001 e Novembro de 2021, a cotação do ouro subiu 563%. Em Novembro 2001 a onça de ouro valia pouco mais de 270USD e atualmente vale cerca de 1.790USD. Dá uma valorização média anual de 28%.

Quais as vantagens de investir em ouro em 2ª mão?

A principal vantagem é, naturalmente, o preço.

JC – Quando se adquirem artigos novos de ouro há vários custos que são imputados ao cliente, como o IVA e a própria mão de obra, nomeadamente. Por sua vez, quando se adquirem artigos de ouro usado a maior parte destes custos não existe. Por exemplo, o IVA não é imputado ao consumidor, uma vez se aplica o regime de IVA dos bens em 2ª mão. Ou seja, o imposto é imputado ao comerciante. Por outro lado, o valor da peça também é mais baixo pelo facto de ser um artigo em 2ª mão.

Assim, o valor que se paga por um artigo em 2ª mão está muito mais próximo do valor da cotação do ouro do que um artigo em novo. Um artigo de ouro usado custa menos 40% ou até 50% do que em novo, mas vale sensivelmente o mesmo. Salvo algumas exceções!

A Valores é uma empresa que se dedica à comercialização e reciclagem de metais preciosos, desde 2008. O principal objetivo é o de proporcionar aos consumidores uma forma segura, conveniente e confiável de vender objetos em ouro, platina e prata e também joias. 

De referir, de resto, que o negócio de compra de ouro é uma atividade legal de prestígio e em franco crescimento no mercado português.

Para mais informações, contacte pf info@valores.pt | 808256737.

www.valores.pt

Mais Informações


    Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial