5 NOTAS DO CEO DA VALORES SOBRE O NOVO RECORD DA COTAÇÃO DO OURO

A subida do ouro registada nas últimas semanas ganhou um novo impulso decorrente da guerra que se vive na Europa. O metal precioso registou valores máximos históricos ao ultrapassar a fasquia dos 2 mil dólares a onça, o que se traduz num valor acumulado próximo dos 4,7%.

Tratando-se de um dos ativos de refúgio preferidos dos investidores, pedimos ao CEO da Valores para partilhar cinco notas essenciais:

CEO Valores, JChester
  1. com o conflito no leste da Europa, as bolsas têm registado enormes descidas e, quando isso acontece, “o ouro costuma fazer o caminho inverso porque é visto pelos investidores como um refúgio”.
  2. a subida da cotação do metal precioso deve-se ainda ao aumento do custo da energia e dos preços dos alimentos, uma tendência que “deverá continuar a suportar o ouro durante algum tempo”.
  3. é expectável que o preço do ouro continue a subir e que volte a atingir novos máximos históricos. A “instabilidade do mercado financeiro vai manter-se nas próximas semanas, alimentando o apetite pelo metal precioso e incrementando a sua cotação.”
  4. quando o cenário na Europa estabilizar, “é normal que este ativo de reserva de valor se acomode.”
  5. o ouro afirma-se, assim, “um dos ativos mais seguros em períodos de crise.”
46 agências Valores, em todo o país

A Valores está no mercado de compra e venda de ouro desde 2008 e disponibiliza uma equipa de especialistas, nas agências a nível nacional, devidamente habilitados para prestar mais informações e esclarecimentos sobre esta matéria! Estão, igualmente, sempre disponíveis os contatos de email info@valores.pt e a linha telefónica 808 256 737.

Mais Informações


    Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial